Seja muito bem-vindo(a) à Rádio Super!

menu x
menu x

NOTÍCIAS

Haddad acena para França e não sabe se terá conversa com FHC

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, reafirmou a intenção de uma aliança com o PSB no segundo turno da disputa, acenando para um apoio a Márcio França(PSB) na disputa pelo governo de São Paulo. Após França ter defendido a neutralidade do partido na corrida presidencial, Haddad lembrou que o PT apoia candidatos do PSB em Estados no primeiro e no segundo turno. No último domingo, 7, o PSB elegeu candidatos em Pernambuco, Paraíba e Espírito Santo.

“Essa recomposição de campo é importante para nós”, disse Haddad, sobre a intenção de uma aliança com o PSB, citando também o PDT de Ciro Gomes e o PSOL, que já declarou apoio. O petista afirmou que, no momento, ninguém está discutindo a definição de cargos em um eventual governo.

FHC

Haddad afirmou ainda que a campanha não conversou com lideranças do PSDB e que não sabe se vai procurar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Para o candidato petista, FHC tem feito declarações “contraditórias” sobre seu posicionamento.

Nesta segunda (8), o tucano negou ter declarado apoio a Fernando Haddad. Ao jornal “O Globo”, disse que nenhum dos candidatos no segundo turno agrada, mas que “Bolsonaro está excluído”. “Não sei, vamos ver”, disse Haddad sobre buscar uma conversa com o cacique do Partido.

Fonte: Isto é – Daniel Weterman

NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

shares