Rádio Super - A Original

MENU
Logo
Sábado, 01 de outubro de 2022

Coluna

Histórias da Super: o dia em que vendemos sonhos

Talvez alguns lembrem da promoção "Passe Uma Noite na Padaria"

260
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Todos têm sonhos e precisamos de sonhos para sobreviver.

Vou contar até o fim do mês de abril, algumas histórias que fazem parte das memórias da Rádio Super. Você pode estar perguntando "o porquê" no mês de abril?"

Mais abaixo eu conto a pergunta que fiz. 

Quando a Super tinha quase dois anos, em sua primeira fase, no ano de 1996 (a rádio é velhinha), precisávamos melhorar algumas coisas na rádio e para isso como sempre, era necessário dinheiro. Depois de discutirmos muito este assunto, para decidir o que faríamos, dei uma ideia: "vamos vender sonhos!".

Não sei se a ideia era a melhor, porém nos parecia a mais viável até então. Venderíamos sonhos. Ah, esqueci de falar; eram sonhos de padaria.

Na promoção, que chamava "Passe Uma Noite na Padaria", que acredito que é o sonho de muita gente - pelo menos eu que sou "zoiúdo", gostaria de comer muito pudim, bombas de chocolate, tortas de morango... chega.

Buscamos um parceiro, que era o Adércio, da extinta Padaria Vila Rica, que ficava no bairro do mesmo nome, na região da Rádio. Nunca vi tanto sonho na minha vida.

Não lembro quanto vendemos, mas foi muito sonho! Eu dormia e acordava pensando nos sonhos.

Fizemos uma parceria com a escola do Jardim Saira, a E.E. Flávio Gagliardi, na época das inesquecíveis diretoras, Professora Maria Armida e Professora Olga. Acredito que muitos alunos da época vão lembrar.

Como uma "rádio raiz", precisávamos vender muito, para realizar nossos objetivos (eu ia falar nossos sonhos, mas já tem muito esta palavra no texto). Tocávamos a chamada da promoção de meia em meia hora na rádio, e incitávamos todo mundo a querer passar uma noite na padaria. Ainda tinha muita gostosura pra vender (sabe aquele pãozinho doce com um creme no meio? sim é esse).

Apenas os locutores mais jurássicos que passaram na Super, vão lembrar da Promoção "Passe Uma Noite na Padaria", onde vendemos muitos sonhos. Não lembro quem ganhou a promoção, mas foram duas pessoas e não passaram a noite e sim o dia, pois a padaria não abria para o público durante a noite.

Durante estes 27 anos de Rádio Super, realizamos muitos sonhos - nossos e de muitas outras pessoas - mas ainda há muito para realizar. Construímos a imagem de uma rádio totalmente popular, guerreira, sonhadora... enfrentamos preconceitos - talvez fossemos os pobres que invadiram o espaço dos poderosos - até de alguns que se diziam populares, mas que se curvam aos opressores; conquistamos milhares de ouvintes, ganhamos amigos, mudamos vidas e... continuamos sonhando, sempre com o objetivo de transformar, melhorar, às vezes protestar ou em algum momento sendo mais duros, porém como dizia a célebre frase, "endurecer mas sem perder a ternura".

Esta é a Rádio Super, estes somos nós. Sempre sonhando. Em 1º de Abril, que para a cultura popular, é o Dia da Mentira, para nós, é o dia em que entrou no ar a Super, que muitos não acreditavam e aí se passaram muitos anos e todo ano, no Dia da Mentira, comemoramos a nossa verdade... e continuamos sonhando. Viva o sonho! os dois...

Fonte/Créditos: Hidalgo Netto

Créditos (Imagem de capa): Pesquisa da internet

Comentários:

Inscreva-se

As principais notícias do Brasil e do mundo em seu e-mail!

[CARREGANDO...]

Estamos felizes em ter você com a gente. Deixe seu recado