Rádio Super - A Original

MENU
Logo
Sábado, 23 de janeiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Sorocaba - RMS

Sorocaba apresenta plano com adaptações ao Plano São Paulo

Plano Sorocaba será apresentado ao Governo do Estado

45
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Depois de ser classificada na Fase Laranja do Plano São Paulo, o prefeito de Sorocaba, anunciou que solicitará ao Governo do Estado e ao Ministério Público que o comércio da cidade possa funcionar 18 horas em três blocos de seis horas por dia.

Participaram da coletiva, além do prefeito Rodrigo Manga (Republicanos), o presidente da Câmara, o vereador Cláudio do Sorocaba 1 e o secretário da saúde, Vinícius Rodrigues (foto)

O prefeito explicou à imprensa, em coletiva realizasa nesta sexta-feira (8), que o pedido feito é justificado por diversas ações de combate à Covid-19 que foram realizadas desde o início desse novo governo. A primeira foi a contratação de mais 10 leitos de UTI Covid, seguido do aumento da frota dos ônibus para não gerar aglomeração.

"Tivemos redução nos índices de internação nos últimos quatro dias e estamos realizando estudo para implantar o Plano Municipal de Educação e Conscientização sobre a propagação da Covid-19. Devido a essa situação, entraremos em contato com o Ministério Público e com o Estado para fazer essa solicitação. Enquanto a solicitação não for acatada, a cidade respeitará a fase laranja do Plano São Paulo", destacou o prefeito.

Plano Sorocaba

A ideia do Plano Sorocaba é que o comércio passe a funcionar seis, doze ou dezoito horas diariamente, à escolha do comércio, com no máximo 40% de sua capacidade, com controlador de acesso. Outra intenção é que o funcionamento dos estabelecimentos seja organizado de forma que seus colaboradores cumpram jornada máxima de seis horas diárias, evitando-se assim a necessidade de cumprimento de intervalo para almoço.

Nova fase laranja do Plano São Paulo

Segundo o Plano São Paulo, na nova fase laranja, todos os estabelecimentos passam a ter permissão de funcionamento. A capacidade máxima passa de 20% para 40% de ocupação para todos os setores. O funcionamento máximo aumenta de quatro para oito horas diárias, respeitando o limite de atendimento até as 20h. Além disso, bares não terão permissão para atender ao público de forma presencial. 

Fonte/Créditos: Rádio Super

Créditos (Imagem de capa): Secom

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estamos felizes em ter você com a gente. Deixe seu recado