Rádio Super - A Original

MENU
Logo
Sábado, 23 de janeiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Sorocaba - RMS

Homem morre precisando de remédio e família recebe aviso da chegada do medicamento 5 dias após a morte

A família tinha entrado na justiça para a obtenção do remédio

92
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Depois de cinco dias do marido falecer, Ana Lúcia de Proença (55) recebeu o remédio que o marido precisava para sobreviver.

José Carlos de Lima, de 55 anos, estava internado na Santa Casa de Sorocaba e teve complicações depois de cirurgias no intestino e na perna e precisava do uso contínuo de um remédio de alto custo, chamado Xarelto (Rivaroxabana), recomendado no tratamento de trombose venosa ou embolia pulmonar, geralmente usado para tratamento pós-cirúrgico, com a intenção de evitar coágulos no sangue.

A família entrou na justiça para a obtenção do remédio, e de acordo com o o Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba, o medicamento não faz parte da lista do Ministério da Saúde para distribuição no SUS.

No dia 22 de dezembro, a Procuradoria Geral do Estado pediu a revogação da liminar concedida “tendo em vista a existência de outros medicamentos similares de igual eficácia” e que são fornecidos pelo SUS.

A esposa de José Carlos ficou sozinha nos cuidados de dois filhos já adultos (19 e 32 anos), com deficiência intelectual e que são cadeirantes.

José Carlos deixou esposa e dois filhos cadeirantes com deficiência intelectual (19 e 32)

 

 
 

 

 

 

Fonte/Créditos: G1

Créditos (Imagem de capa): Arquivo pessoal - José Carlos e esposa

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estamos felizes em ter você com a gente. Deixe seu recado