Rádio Super - A Original

MENU
Logo
Quinta, 25 de fevereiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Sorocaba - RMS

Estado entra na fase vermelha durante a noite e finais de semana

Sorocaba assim como outras cidades de São Paulo estão com 100% de ocupação em UTIs

185
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A piora no número de casos e no quadro de infecções e mortes pela covid-19 fez com que o governo de São Paulo endurecesse as medidas para conter o agravamento da situação. A partir desta sexta-feira (22), todas as cidades do estado deverão voltar à fase vermelha a partir das 20h em dias da semana, e durante todo o dia e noite aos fins de semana. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Na fase vermelha, bares, restaurantes e comércios que não se encaixem em serviços essenciais - o que inclui shoppings e salões de beleza - estão proibidos de funcionar até a manhã seguinte. O horário preciso ainda não foi divulgado.

A ideia é coibir de todas as formas qualquer tipo de atividade que estimule aglomerações, como as proporcionadas por bares e eventos, de acordo com o diagnóstico do Centro de Contingência do Coronavírus.

Desde que 2021 começou, São Paulo registrou um aumento de casos de 42% comparado a dezembro. As mortes também subiram 39% nesse período, e foram registrados 1.100 óbitos em 21 dias, e 62 mil novos casos. No total, desde fevereiro do ano passado, o Estado contabilizou 1,66 milhão de infecções e 50,6 mil mortes.

Ainda nesta sexta-feira o governo deve anunciar o aumento de leitos hospitalares para tratamento de pacientes que necessitam de cuidados decorrentes da covid-19.

Em paralelo, mesmo em ritmo lento por conta da demora da chegada de insumos da China, o estado dá continuidade à campanha de vacinação contra o novo coronavírus, com a Coronavac. Até quinta-feira (21), mais de 50 mil pessoas foram vacinadas.

 

Taxa de ocupação dos leitos Covid em Sorocaba

No censo diário de leitos da Covid-19 desta quinta-feira (21), o Hospital Estadual Adib Jatene está com cinco leitos clínicos Covid ocupados, sendo cinco pactuados. Já os 20 leitos de UTI Covid (Unidade de Terapia Intensiva) encontram-se 100% ocupados. Outro hospital de esfera estadual, o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), possui oito leitos clínicos Covid e quatro estão ocupados. O único leito de UTI infantil Covid está desocupado. Dos 30 leitos de UTI Covid disponibilizados neste hospital, 17 estão ocupados.

Os hospitais contratualizados pela Prefeitura de Sorocaba para oferecer leitos Covid, como a Santa Casa, estão com 61,90% de ocupação nos leitos clínicos Covid. Ou seja, dos 21 existentes, 13 possuem pacientes. A ocupação de UTI Covid da Santa Casa é de 100%, o que representa 40 leitos ocupados dos 40 contratados. O Hospital Santa Lucinda possui um total de 20 leitos clínicos Covid e 17 estão ocupados. Dos seis leitos clínicos Covid do GPACI, apenas um está ocupado. Na UPH Zona Leste, dos 10 leitos de UTI Covid, oito estão ocupados.

Na rede particular, o Hospital Unimed encontra-se com 100% de ocupação dos leitos adultos clínicos Covid (39) e de UTI (20). O único leito infantil de UTI Covid deste hospital encontra-se sem paciente. O Samaritano possui 16 leitos clínicos Covid ocupados do seu total de 21 existentes. Já, a UTI Covid dessa mesma instituição está com 80% de ocupação, o que significa 16 leitos ocupados dos 20 disponibilizados. Dos dois leitos de UTI Covid para crianças, nenhum está com paciente. O Hospital Evangélico atingiu 100% de ocupação de sua UTI Covid (10 leitos ocupados dos 10 pactuados) e 100% dos leitos clínicos (14 leitos ocupados dos 14 pactuados).

Fonte/Créditos: Folha de São Paulo / Terra

Créditos (Imagem de capa): Tiago Queiroz / Estadão Conteúdo

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estamos felizes em ter você com a gente. Deixe seu recado