Notícias da SUPER

Quarta-feira, 08 de Fevereiro de 2023

Notícias Sorocaba - RMS

Definido projeto arquitetônico da nova Rodoviária de Sorocaba

O projeto contemplará um Centro Comercial na entrada do empreendimento, com praça de alimentação

Definido projeto arquitetônico da nova Rodoviária de Sorocaba
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Prefeitura de Sorocaba definiu o projeto arquitetônico da nova Rodoviária, cuja previsão de início das obras está mantida para ocorrer até o fim de 2023. O prefeito Rodrigo Manga e as equipes técnicas da Urbes – Trânsito e Transportes e do Centro de Aceleração Desenvolvimento e Inovação (CADI), vinculado à Secretaria de Administração (Sead), aprovaram o estudo preliminar do empreendimento, dando continuidade à próxima etapa, que é a conclusão do projeto executivo, com as diretrizes para a contratação da obra.

A nova Rodoviária, que também inclui a edificação de um centro comercial, em anexo, estará localizada na altura do quilômetro 106 da Rodovia Raposo Tavares, nas proximidades da Arena Sorocaba e do Hospital Regional “Adib Jatene”, no bairro Reserva Parque Fazenda Imperial, na Zona Oeste da cidade. Sua construção está prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2023 e será executada por meio de recursos via Corporação Andina de Fomento (CAF). O valor estimado da obra é de R$ 55 milhões.

“O projeto contemplará um Centro Comercial na entrada do empreendimento, com praça de alimentação. Serão dois pavimentos de lojas, as quais serão abertas ao público, contando, ainda, com um amplo jardim em sua entrada. Na cobertura, está previsto um rooftop (terraço), que também contará com jardim e pontos comerciais”, apontou o prefeito Rodrigo Manga.

O empreendimento todo (Centro Comercial e Terminal Rodoviário) terá cinco pavimentos, sendo dois no subsolo, térreo, primeiro andar e terraço. A área total será de 20.262,40 m² e a área construída de 38.240,70 m², da qual 840 m² serão exclusivos para o Terminal, além de 17.594.30 m² para estacionamento.

“Todo o projeto teve como premissa igualmente o melhor aproveitamento dos recursos naturais, com uso de materiais transparentes, como vidros e acrílicos, para que se tenha uma boa iluminação natural, uso de espaços abertos e pé-direito de aproximadamente 6 metros, para ter aproveitamento da ventilação e reduzir o uso de climatização mecânica”, detalha Jessica Pedrosa, responsável pelo CADI.

Conforme o projeto, o Centro Comercial foi projetado em formato de “U”, o que possibilita a convivência no seu interior, criando uma grande praça interna. No terraço, haverá passarelas que ligarão um lado ao outro do complexo. O primeiro subsolo deverá abrigar os setores Administrativo e de Apoio, além do acesso, por passarela metálica com fechamento em vidro, ao estacionamento.

No segundo subsolo, está prevista a área de embarque e desembarque dos Terminais Rodoviário e Urbano, e todo o apoio de guichês. “O acesso do estacionamento para os Terminais será delimitado por jardim e cerca viva ou alambrado. Dessa forma, se torna possível exclusivamente pelo estacionamento ou pelo Centro Comercial”, destaca o diretor de Área do CADI, engenheiro Rodrigo Faria.

A empresa NTS Projetos e Gerenciamento Ltda – EPP, contratada pela Urbes, por meio de licitação, é a responsável pelos projetos da nova Rodoviária, que incluem levantamento cadastral e projetos básico, executivo e complementares. “O contrato prevê que todos os projetos estejam concluídos e aprovados até março de 2023, para que seja dado início imediato ao processo licitatório para contratação da obra”, aponta o diretor-presidente da Urbes, Sergio Barreto.

O projeto englobará os seguintes setores e ambientes: setor comum (espaço de convivência), área de espera, plataformas de embarque e desembarque, área de espera para ônibus, pontos de táxi e de transporte por aplicativos, estacionamento, banheiros (públicos, especiais e para funcionários), setor de serviços e manutenção, praça de alimentação, módulos comerciais, além de áreas para recepção e balão de informações, guarda-volumes, achados e perdidos, despacho de encomendas, guichês, administração e serviços públicos.

“A construção da nova Rodoviária é uma das principais demandas esperadas pela população, há décadas. É mais uma das grandes obras de infraestrutura e mobilidade que a nossa Administração, em dois anos de Gestão, já está realizando. Será um espaço moderno e que trará todo conforto, segurança e comodidade aos usuários”, comenta o prefeito Rodrigo Manga.

Atualmente, a infraestrutura da Rodoviária de Sorocaba remete às mesmas características originais da sua construção, datada dos anos 1970, consideradas obsoletas e desatualizadas diante dos atuais padrões de mobilidade e integração dos sistemas de transportes. Outra questão está relacionada à sua localização na região central da cidade, situação que se mostra inadequada para as necessidades atuais de acessos, deslocamentos, estacionamento, entre outros fatores.

 

FONTE/CRÉDITOS: Secom/Sorocaba
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )